O Continuum – Festival de Arte e Tecnologia do Recife realiza este ano sua 5ª edição. O Festival propõe uma interface de experimentação entre arte e tecnologia em múltiplas plataformas e linguagens, com obras que convergem estéticas artísticas com aparato tecnológico.

Nessa edição com tema “Memória", o Continuum aborda essa interface nas relações entre as memórias afetiva, coletiva e da negação da memória, presente em instalações, experimentos sonoros, oficinas, seminários, mostras de vídeos e de games.

"MEMÓRIA"
“A capacidade de lembrar o que já se viveu ou aprendeu e relacionar isso com a situação presente é o mais importante mecanismo de constituição e preservação de identidade de cada um”. Rafael Cardoso, em "Design Para um Mundo Complexo", 2012
_
Bem diferente da memória dos computadores (um dispositivo capaz de armazenar e recuperar dados, com precisão matemática, em código binário) a memória humana é um processo muito mais complexo de reconstrução de uma experiência vivida no passado “pelo confronto com o presente e em comparação com outras experiências paralelas”.

Numa primeira leitura, se comparamos a memória humana com a dos computadores, a nossa pode ser considerada “falha”, por não funcionar “acessando” uma lembrança com exatidão, mas sim recriando, reconstruindo lembranças do passado.
E é nos vários processos de reconstrução da memória que o Continuum está focando esse ano, em especial considerando três grandes temas: a memória pessoal afetiva, a memória coletiva e a negação da memória.

A memória afetiva, formada pelas experiências pessoais que enriquecem cada um de nós enquanto entidades únicas, e formam nossa identidade num nível íntimo; a memória coletiva, onde a partir das lembranças e
artefatos (fotografias documentos, cartas, e-mails) se constrói identidades coletivas, das instituições até
cidades e países; a negação da memória, onde por opção, indivíduos rescrevem sua história,
através da modificação dos mesmos artefatos citados e de seus próprios corpos.

Programação

Notícias

Como Chegar

Centro Cultural Correios - Avenida Marquês de Olinda, 262 - Recife Antigo - Recife/PE, CEP: 50030-000